Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

venceremos



Sexta-feira, 03.01.14

Mito do " Sector Terciario "

     

 

      Este moderno titulo do tão falado " Sector Terciario " é uma rubrica indefinida onde, indistintamente misturam de tudo, fingindo-se ignorar todas as categorias sociais que não possam ser agrupadas nos sectores da industria ou no da agricultura.

 

      Note-se que não se trata duma unidade de classificação cuja homogeniedade se possa compar à dos dois primeiros Sectores. Ora, quando se agrupa no nome  "Sector "  actividades economicas tão precisas e homogenias como a industria ou a agricultura, o emprego do mesmo vocabulo para designar uma massa indeterminada de actividades economicas heterocliticas é, sem sombra de duvidas, abusivo. Assim, o termo " terciario " significa simplesmente que um " etc " esta colocado em terceira posição. Portanto, apos os vocabulos " agricola " e " industrial ", o vocabulo terciario torna-se incoerente. Que diriamos dum zoologista que pretendesse classificar o conjunto das especies ( do mundo animal ) nas unicas três especes seguintes: << a espece cão, a espece gato e ... a espece terciaria >>?

 

      Para evitarem o ridiculo, às vezes substituem a expressão " Sector Terciario " por " Sector de Serviços " -- o que não difere do mesmo " etc ". Ora os inventores destas duas expressões ôcas de sentido, aqueles que as admitiram, imponda-os como utensilios convencionais, nada tinham de insensatos; pelo contrario, foram mesmo pessoas eruditas e bastante habeis -- encontraram e aceitaram esta terminologia incoerente, porque tratava-se de designar um conjunto incoerente. Teria sido mais facil intitular a " terceira rubrica " por << Outros Sectores >>, colocando honestamente a expressão no plural. Contudo foi exactamente este " plurar " que os embaraçou, porque ficavam impedidos de apresentarem como homogenio um grupo injustificavel de categorias sociais indeterminadas.

 

      A divisão da População activa segundo " Sectores " é bastante judiciosa, muito util; assim, a sensatez ditava que depois da Agricultura e da Industria deveriam figurar os outros grupos importantes e tambem indefiniveis como o Comercio, a Administração e os Serviços Pùblicos, os Professores liberais e outros de menor relevancia como o Pessoal domestico.

 

      Para falar de " crescimento " ( ou melhor, de " aumento " ) colectivo, de todos estes " Sectores ", seria necessario terem-se observado que todos apresentavam um movimento aumentativo. Senão, OBRIGATORIAMETE, teriam de declarar apenas e exclusivamente os Sectores que progridem.

 

      Eis um punhado de " poeira para os olhos " que o capitalismo atira aos Povos!!!

 

 

( Leia tambem -- http://filosofia-xauteriana.blogs.sapo.pt )

 

Envie seus e-mails para:

 

1) pablonodrade@sapo.pt

 

2) filosofia.xauteriana@gmail.com

 

3) filosofia.xauteriana@outlook.fr

 

Podera encontrar-nos no Facebook, sob: UniãoDospovos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por filosofia-xauteriana às 16:44



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031